Barra de Pesquisa

domingo, 19 de fevereiro de 2017

Senado aprova medida provisória que reforma o ensino médio

O Senado Federal aprovou, na noite desta quarta-feira, 8, a medida provisória (MP) que reforma o ensino médio. O texto agora segue para a sanção presidencial e flexibiliza a carga horária, permitindo que o aluno escolha parte das disciplinas. A proposta é a primeira reforma do governo Michel Temer a ser aprovada no Congresso, após polêmicas quanto a disciplinas obrigatórias, como Artes e Educação Física, e falta de uma discussão maior com a sociedade. 

O ensino médio é considerado o principal gargalo da educação básica do País, segundo especialistas, e apresenta índices de desempenho abaixo das metas estipuladas pelo próprio governo federal. A etapa – que passa pela maior transformação dos últimos 20 anos – reúne cerca de 8 milhões de alunos.

Segundo o ministro da Educação, Mendonça Filho, o próximo passo é aprovar a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), que definirá o que o aluno deve aprender em cada etapa. Depois, a pasta começará a implementar a reforma, gradualmente, a partir do ano que vem – na prática, as mudanças devem ser sentidas só em 2019.

Para Mendonça Filho, a mudança deve ajudar a conter a evasão estudantil e estimular a ampliação do ensino integral. “Falando de educação básica, certamente é a mudança estrutural mais relevante das últimas décadas. A reforma cria ainda um estímulo e apoio ao programa de ampliação do modelo de escola em tempo integral.”

No ensino médio, só 5,7% das matrículas são de jornada ampliada. A ideia da reforma é aumentar a oferta do turno completo de 800 horas para 1,4 mil horas anuais, mediante financiamento da União junto aos Estados e ao Distrito Federal.

O presidente Michel Temer divulgou nota em que expressa “gratidão” ao Senado. E congratula-se com o Congresso Nacional “pelo apoio a mais essa importante etapa vencida na agenda de reformas”. No texto, Temer diz ainda que “ao propor a flexibilização da grade curricular, o modelo permitirá maior diálogo com os jovens, que poderão adaptar-se segundo inclinações e necessidades pessoais”. Para ele, isso “aproxima a escola do setor produtivo”.

Embate

A MP foi aprovada com 43 votos favoráveis e 13 contrários. A oposição questionou aspectos da reforma que, segundo os senadores, podem até fragilizar o sistema de ensino. Parlamentares petistas apresentaram dois destaques para mudar o texto: um para garantir que as áreas do conhecimento fossem ofertadas em todas escolas, permitindo que, de fato, o aluno tenha acesso a todas as disciplinas; outro para impedir que profissionais com “notório saber” possam substituir docentes. Nenhum destaque foi aprovado.

“A MP significa um golpe contra o destino de milhões de jovens da educação deste País, porque não só não vem na direção de melhorar o ensino médio, de enfrentar os problemas de caráter estruturante que essa fase apresenta, mas vai contribuir para reforçar ainda mais as desigualdades regionais e sociais, já tão gritantes em nosso País”, lamentou a senadora Fátima Bezerra (PT-RN), militante das causas da educação.

O texto aprovado divide o conteúdo do ensino médio em duas partes, em cada um dos três anos: 60% para disciplinas comuns a todos, a serem definidas pela Base Nacional Comum, e 40% para que o aluno aprofunde seus conhecimentos em uma área de interesse. As cinco opções de percurso formativo são Linguagens, Matemática, Ciências Humanas, Ciências da Natureza e Ensino Profissional. Originalmente, o governo federal defendia uma divisão 50% a 50%.

As escolas não serão obrigadas a oferecer todos os cinco percursos formativos. Isso, na visão de críticos da proposta, pode aumentar as desigualdade de ofertas entre os alunos.

Polêmica

No texto aprovado, o Senado manteve obrigatórios os estudos de Filosofia, Sociologia, Educação Física e Artes. A proposta original, apresentada pelo Ministério da Educação (MEC) em setembro, não explicitava a obrigatoriedade dessas disciplinas na etapa, o que motivou críticas de especialistas e entidades. Mais tarde, uma emenda protocolada na Câmara voltou a fixar a obrigatoriedade dessas disciplinas.

Pelo texto aprovado, será possível organizar o ensino médio em módulos – com duração inferior a um ano. Os sistemas de ensino, diz ainda a MP, “poderão reconhecer competências e firmar convênios com instituições de educação a distância” para cumprir as exigências curriculares da etapa.

Uma proposta de aulas a distância já havia Sido aprovada pelo Conselho Nacional de Educação, em 2011, para o período noturno. À época, a medida foi vetada pelo MEC.

O QUE MUDA

Grade Curricular

Hoje: 13 disciplinas obrigatórias ao longo dos 3 anos.

Reforma: A cada ano, 60% da carga horária para a Base Nacional Comum Curricular e 40% para itinerários formativos.

Professores

Hoje: Somente docentes que fizeram cursos de formação de professores podem lecionar.

Reforma: docentes de "notório saber" para o ensino técnico e profissional; profissionais graduados em outras áreas, mediante cursos curtos de formação pedagógica; professores formados não só em universidades e institutos superiores, mas também em "faculdades isoladas".

Divisão do ensino médio

Hoje: Em três anos.


Reforma: Percursos formativos são divididos em módulos e, especificamente no ensino técnico, há a possibilidade de conceder certificados intermediários.

Fonte: MEC

AFALP - Associação Familiar Lagopedrense realiza confraternização entre sócios em Lago da Pedra

O time campeão do triagular AFALP 2017
A AFALP - Associação Familiar Lago-Pedrense, realizou neste domingo(19), uma confraternização entre seus sócios, na cidade de Lago da Pedra-MA.

Pela manhã, houve jogos de futebol Society, onde  três equipes disputaram o titulo de campeão do triangular; cada time teve direito a dois jogos, e no final, um dos times formados pelos sócios sagrou-se campeão, inclusive o time vencedor foi o que era considerado o mais fraco dos três.

Após o jogo, começou os comes e bebes; carne assada, peixe assado, linguiças, arroz, feijão, salada, macarronada, refrigerantes e muita cerveja gelada; bom; isso não foi o problema; sem contar que teve musicas ao vivo, teclado e vós; o tradicional karaokê, e muita gente boa mostrando o seu talento.

O evento começou por volta das 8:00hs da manhã e que até as 19:00hs ainda não tinha terminado.

Vilmar - Autor de um dos gols

O campeão












































sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Tragédia na zona rural de Lago da Pedra, adolescente de 13 anos morre com tiro no peito

Mariana morreu com um tiro no peito
Segundo informações de pessoas daquela comunidade, era por volta do meio-dia, desta Sexta-Feira(17), quando uma fatalidade aconteceu no povoado Lagoa Seca(Lago da Pedra), Mariana de 13 anos, foi encontrada alvejada por um tiro  no peito, mais ainda não se sabe como de fato isso aconteceu.

 Segundo informações obtidas pelo blog; Mariana estava em casa em companhia de seu irmão mais novo, e seu pai estava pra roça, e segundo ainda as informações preliminares, o pai da garota, da roça, ouvira um disparo, vindo em direção da sua casa, e correra pra lá, só que ao chegar em casa se deparou com um triste cena.

A tragédia aconteceu no Povoado Lagoa Seca, município de Lago da Pedra.

No momento do fechamento dessa matéria, chega a informação de que Mariana não resistindo as gravidades dos fatos, morreu.


Há varias noticias a respeito desse caso, mas, por falta de veracidade em relação as informações, o blog se reserva no direito de não publicá-las. 

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Que feiúra dona: Mulher que acusou assessor de assédio sexual poderá ir parar na cadeia em Santa Rita – MA

Atestado médico mostra contradição em denúncia de assédio contra assessor de Santa Rita.
Georlanny com seu marido
A estudante Georlanny Carvalho Bastos, de 23 anos, pode ser denunciada à Polícia ainda essa semana por suspeita de forjar uma suposta denúncia acusando o assessor de Comunicação da Prefeitura de Santa Rita, Daniel Castro, de assédio sexual.

Georlanny Carvalho diz que o fato teria ocorrido quando ela foi à prefeitura para entregar o currículo do marido Agripino Gurjão Neto. O assessor de Comunicação da Prefeitura nega as denúncias e alega que a denunciante tem histórico de inventar fatos, colocando em xeque a versão de assédio sexual publicada hoje em blogs da capital e do interior.

O atestado médico
“Quem pode acreditar em uma pessoa que já tem um histórico de polêmicas e denúncias que nunca se comprovam? Qual a credibilidade de uma pessoa que registra um Boletim de Ocorrência com argumentos e relatos duvidosos para se auto vitimizar em denúncias não apuradas? Queremos que esse caso chegue até as autoridades competentes, para que essa moça deixe de proceder com esse tipo de chantagens” afirma.

Daniel Castro apresentou documentos que mostram contradições da denunciante em depoimento a Polícia. Ao procurar a Delegacia de Polícia de Santa Rita para registrar o Boletim de Ocorrência 306/2017, Georlanny Carvalho declarou que o imbróglio teria ocorrido no dia 09 de fevereiro. No entanto, Daniel apresentou atestado e exames médicos que mostram declarações contraditórias da mulher que o acusou. Segundo o documento, ele está afastado desde o dia 06 de fevereiro se recuperando de cirurgia realizada no Hospital Universitário.
Continua...

O BO
“Consta no Boletim de Ocorrência que na data supracitada 09 de fevereiro eu assediei ela, mas desde o dia 06 de fevereiro estou afastado das atividades em função de uma recuperação de uma cirurgia”relatou.

Com base nos documentos e nas contradições do depoimento da suposta vítima, o assessor de Comunicação já se colocou à disposição da Prefeitura, caso haja alguma necessidade de uma sindicância e, também da Justiça para colaborar com provas que vão mostrar a inocência dele neste caso. Ele voltou a afirmar que não foi a primeira vez que essa mulher acusa pessoas públicas com o único intuito de tirar vantagens e classificou as denúncias de levianas e covardes.

O acusado
A respeito das acusações levianas e covardes acerca de suposto ‘assédio sexual’, praticado por mim, só tenho a afirmar e reafirmar que jamais pratiquei, pratico ou praticarei atos dessa natureza. Não posso imaginar as motivações que podem estar por trás dessas calúnias, difamações e injúrias. Todavia, postulo a imediata apuração dos fatos para que a verdade prevaleça, à luz da lei e da justiça.


Fonte: Blog do Carlinhos

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Mulher é presa em Brasilia após sequestrar uma criança e tentar embarcar com ela em ônibus clandestino para o Maranhão

Repórter entrevista a Mãe da criança sequestrada
Uma mulher foi presa em Brasília, após tentar embarcar para o estado do Maranhão, em ônibus clandestino,  com um bebê recém nascida que ela sequestrara.

A criança era de uma vizinha da sua irmã que mora em Brasília.

A mulher explicou para a polícia que roubou a criança com a intenção de usá-la, para reatar um relacionamento amoroso.



Fonte: suacidade.com